Morre ícone LGBT no Brasil a travesti atriz e cantora Rogéria, 74

A atriz e cantora Rogéria, que nasceu como Astolfo Barroso Pinto, faleceu nesta segunda-feira, 4, aos 74 anos. 

Rogéria já havia sido internada há poucas semanas por conta de uma infecção urinária, chegou a piorar seu quadro de saúde e logo depois se recuperou e teve alta do hospital. Logo depois, ela voltou a se internar por conta de uma infecção nos rins e voltou a ficar internada.

Na noite de segunda-feira, a atriz e cantora voltou para a UTI de um hospital em São Paulo, pois seu quadro renal havia piorado. Seu empresário e amigo Alexandre Haddad, a acompanhou sempre de perto e Sônia Abrão da Rede TV era sempre a primeira a saber das notícias da amiga. Foi pelo Instagram que Sônia acabou entregando em primeira-mão a notícia da morte de Rogéria.

Rogéria antes de morrer fez um último pedido

Rogéria queria ser maquiada por sua profissional de confiança Núbia, caso ela viesse a falecer. A profissional chegou à São Paulo na manhã desta terça-feira, 5.

 

No meio artístico, a repercussão foi enorme e uma consternação geral tomou conta do veículos de comunicação.
F7News deixa os pêsames a família da atriz.
Foto de perfil de Redação F7News

Redação F7News

Fazemos trabalhos com vários sites de notícia do Brasil e decidimos montar nosso próprio site. Na verdade atualizamos também dois sites: http://www.oimeliga.com.br http://www.superinteressantes.com.br suporte@oimeliga.com.br TRabalhamos também para a BlastingNews e 1News. Confira nosso portfólio

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas